“Ser para vencer”: CIMEC é destaque no Jornal Acontece (Sindicomis/ACTC) em razão de palestra realizada com Instituto Seja

“Ser para vencer”: CIMEC é destaque no Jornal Acontece (Sindicomis/ACTC) em razão de palestra realizada com Instituto Seja

13 jul, 2023 | Conciliação e mediação, Empresas, Opinião | 0 Comentários

Neste dia 29 de junho, a CIMEC (Câmara Internacional de Arbitragem e Mediação de Conflitos), parceira do SINDICOMIS/ACTC, e o Instituto Seja promoveram a palestra “Ser para vencer”.

A palestrante foi Isabela Souza, MBA em Marketing e Inteligência em Negócios Digitais e em Gestão de Negócios em Comércio e Vendas pela Fundação Getúlio Vargas; especialista em PNL (Programação Neurolinguística) pela SBPNL;
bacharel em Administração com habilitação em Marketing pelo Centro Universitário do Pará. Isabela também possui 15 anos de experiência em Gestão de Performance, Vendas e Pessoas nas multinacionais Natura Cosméticos e BFFC.

Em sua página no LinkedIn, o Instituto Seja descreve-se como uma organização dedicada ao desenvolvimento humano. “Nossa paixão é transformar vidas e negócios. Acreditamos que o crescimento pessoal e o desenvolvimento profissional estão conectados. Pessoas que atingem o autoconhecimento e descobrem o seu propósito estão mais aptas a desfrutar do bem-estar em suas vidas e, consequentemente, desempenhar melhor em suas carreiras e negócios.”

Ainda nesta rede social, o Instituto Seja explica que “encontrar a melhor versão de si mesmo pode ser uma tarefa difícil, por isso nós oferecemos o suporte para essa jornada de transformação. Prezamos pelo acolhimento, empatia e humanidade para desenvolver carreiras e organizações por meio de experiências transformadoras”.

O desenvolvimento humano e as ciências comportamentais são áreas interconectadas que buscam compreender e explicar a complexidade do comportamento humano e o processo de crescimento e mudança ao longo da vida. Esses campos de estudo se complementam, oferecendo insights valiosos sobre as várias dimensões do ser humano, desde aspectos biológicos e psicológicos até sociais e culturais.

O desenvolvimento humano refere-se ao estudo das transformações físicas, cognitivas, emocionais e sociais que ocorrem ao longo da vida de uma pessoa, desde o nascimento até a velhice. Essas mudanças são influenciadas por uma combinação de fatores genéticos, ambientais e sociais, e ocorrem em diferentes ritmos e sequências para cada indivíduo. Compreender o desenvolvimento humano é essencial para promover o bem-estar e a qualidade de vida das pessoas em todas as fases da vida.

Por outro lado, as ciências comportamentais são disciplinas que investigam o comportamento humano, buscando entender as motivações, os processos mentais e os padrões de interação social. A psicologia, a sociologia, a antropologia e a neurociência são algumas das áreas que compõem as ciências comportamentais. Essas disciplinas fornecem um arcabouço teórico e metodológico para estudar e analisar uma ampla gama de comportamentos, desde processos cognitivos complexos até dinâmicas sociais e culturais.

Ao se unirem, o desenvolvimento humano e as ciências comportamentais ajudam a responder a importantes questões sobre a natureza humana, como por que as pessoas se comportam de determinadas maneiras, como o ambiente social influencia o desenvolvimento individual e quais são os fatores que promovem o bem-estar humano. Essas áreas de estudo também são relevantes para a formulação de políticas públicas, intervenções clínicas e estratégias educacionais, fornecendo conhecimentos fundamentais para abordar questões sociais, como saúde mental, desigualdade, educação e justiça.

Além disso, o desenvolvimento humano e as ciências comportamentais estão em constante evolução, incorporando avanços científicos e tecnológicos para ampliar a compreensão do comportamento humano. Métodos de pesquisa inovadores, análise de big data e modelos computacionais, permitem investigar questões complexas de maneira mais precisa e detalhada.

Em resumo, o desenvolvimento humano e as ciências comportamentais são áreas essenciais para entendermos a nós mesmos e à sociedade em que vivemos. Elas nos permitem explorar a diversidade humana, compreender os processos de crescimento e mudança ao longo da vida e promover intervenções e políticas eficazes para melhorar a qualidade de vida das pessoas. Ao se combinarem, esses campos de estudo oferecem uma abordagem multidisciplinar e holística para compreender e promover o desenvolvimento humano em todas as suas dimensões.

Postagens relacionadas

wpChatIcon